Projeto Jauru

Localizado no Estado do Mato Grosso, o Projeto Jauru tem como objetivo explorar e desenvolver depósitos de fosfato, para produção de fertilizantes fosfatados. 

    

Recursos certificados de 314 milhões de toneladas de rocha fosfática, com teor médio >5,00% de P2O5

Minério

Fosfato

Mercado Promissor

Na região Centro-Oeste se encontram os principais produtores nacionais do agronegócio, responsáveis por uma alta demanda de fertilizantes fosfatados. Em 2014, o consumo nacional de P2O5 alcançou 4,8 milhões de toneladas, sendo a região Centro-Oeste responsável por 38% da demanda nacional. O Estado do Mato Grosso, onde o Projeto Jauru está localizado, é o maior consumidor, cuja demanda representa 21% do consumo nacional de P2O5

O Brasil importa, atualmente, 62% do fosfato necessário para suprir a demanda do seu agronegócio. Apesar da grande demanda, não há produtores no estado do Mato Grosso e mais de 80% do seu consumo de P2O5 é proveniente de importações.

Exploração

O mapeamento geológico detalhado do Projeto revelou afloramentos com teores significativos de P2O5. Diante disso, três campanhas de sondagem foram realizadas, alcançando cerca de 9.400 metros, distribuídos ao longo de 146 furos. Em 2015, iniciou-se a 4ª e última campanha de sondagem na região do Projeto,responsável por 15.500 metros adicionais de sondagens, concluídas em setembro do mesmo ano.

No total, o Grupo Bemisa realizou cerca de 25.000 metros de sondagens no projeto Jauru, que possibilitaram a certificação de recursos de 314 Mt de rocha fosfática (@5,07% P2O5) pela SRK Consulting 

Testes de Processo

Foram realizados testes de concentração visando avaliar a capacidade do depósito para a produção de fertilizantes fosfatados. Além disso, foram desenvolvidos estudos de caracterização tecnológica na Universidade de São Paulo (USP) e testes de processo na Fundação Gorceix e na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Os resultados demonstraram ser viável a produção de concentrado fosfático e fertilizantes fosfatados. 

Em 2015, concluímos a construção da planta piloto própria, que permitirá confirmar a rota de processos proposta nos ensaios de bancada do Projeto e os processos físico-químicos inerentes à produção de fertilizantes fosfatados.

Financiamento - FINEP

As atividades relacionadas à exploração geológica e pesquisa e desenvolvimento de rota de processo do Projeto fazem parte da parcela de investimentos financiados pela FINEP – Financiadora de Estudos e Projetos, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação,que tem como principal objetivo fomentar projetos de pesquisa voltados à inovação tecnológica.

Localização

O Projeto Jauru está localizado entre os municípios de Mirassol D’Oeste, Glória D’Oeste, Porto Esperidião, São José dos Quatro Marcos e Cáceres, e está a cerca de 600 km da cidade de Rondonópolis, principal praça consumidora de fertilizantes fosfatados do país.